Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Junho, 2013

Sobre o pronunciamento de Dilma

O pronunciamento de Dilma foi excelente, porque: 1. Mostrou disposição de força de combater os vandalismos. A Rede Globo vem pautando obcessivamente essa questão. Se o Governo não demonstrasse essa disposição, alguém o faria e um (bastante) eventual golpe de estado encontraria sua possibilidade. 2. Afirmou disposição de interlocução com os movimentos que estão nas ruas, com o que renova a identidade de esquerda do seu governo. 3. Aproveitou para avançar em três agendas: - o projeto de 100% dos royalties do petróleo para a educação - reforma política já - médicos cubanos já Com isso, Dilma pega impulso nas pautas dos movimentos para oportunizar uma reforma estrutural e empreender duas ações concretas, em saúde e educação, que os opositores de seu governo temem. 4. Ao falar da Lei de Acesso à informação pública construiu uma agenda indireta, que, a depender da articulação dos setores progressistas da sociedade, poderá ter chance de: - Pautar a Lei da

Algumas ponderações para entender o que se passa nas ruas

Algumas ponderações para entender o que se passa. Fábio Fonseca de Castro Lendo o que se tem escrito, ouvindo o que se tem dito, debatendo com o PT a respeito do movimento que vai tomando as ruas do país, creio que podemos reunir alguns elementos para tentar,   sem pretensão de explicá-lo, compreendê-lo. Em primeiro lugar, é preciso compreender que se trata de um fenômeno social complexo, com muitas camadas, interesses diversos – alguns divergentes – e com variedade de espectros ideológicos, que vão da esquerda mais radical à direita mais conservadora. Assim, não é possível reduzí-lo a uma agenda única. É preciso resistir à tentação de simplificá-lo. Da mesma forma, é preciso não olhá-lo com uma perspectiva tradicional, que considera a organização social, exclusivamente, como uma construção consciente. A sociedade contemporânea produz novos fenômenos agregativos e, com isso, inventa novas formas para a política. O movimento que estamos vendo não começou   de uma hora para

É hoje: protesta Belém, contra a má gestão e contra a obra infame do BRT

Um crítica lúcida ao "jornalista" Arnaldo Jabor e à sua pequeneza

50 coisas que completam 50 anos em 2013

O blog Mental Floss preparou uma lista das 50 coisas que completam 50 anos em 2013 . Dentre elas: a beatlemania, o mouse, o telefone fixo com botões (no lugar do disco), a fita cassete, o Lamborghini, o transplante de rim de doador morto, o Quênia e o tratado de proibição de testes nucleares. Vale a leitura

I Colóquio Brasil - Alemanha de Estudos da Comunicação


Abertas as inscrições de trabalhos para o I Colóquio Brasil - Alemanha de Estudos da Comunicação
 - Brazil-Germany Colloquium on Communication Research , que acontecerá durante o próximo encontro do Intercom em Manaus. A língua oficial do evento será o inglês, e trabalhos podem ser submetidos via o sistema de inscrições no site da Intercom. O tema central do evento será “ 
Teoria da Comunicação e Paradigmas Emergentes / Media Theory and Emergent Paradigms”. Os textos submetidos  a qualquer uma das sessões podem abranger estudos comparados entre o Brasil e Alemanha ou tratar de análises específicas de um dos dois países. Participantes brasileiros  devem enviar o texto completo através do sistema de inscrições do Intercom e os participantes alemães devem envia-lo para o email frank.hartmann@uni-weimar.de