Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Junho, 2016

João Reitor: Compromisso com a eleição direta nas bibliotecas

Estabelecer uma política de gestão compartilhada na UFPA é possível. Nesse sentido, apoiamos a luta das servidoras e servidores das Bibliotecas Central e Setoriais que reivindicam eleição direta para a direção do Sistema de Bibliotecas da UFPA. Este é mais um passo para a construção da universidade democrática que queremos. Veja nossas propostas em  www.joaoweyl.com.br. #JoãoReitorArmandoVice #NósSabemosComoFazer #UFPAabertacoletivaecidadã   #eleiçõesUFPA

João Reitor: compromisso com os hospitais universitários

Os hospitais de ensino são indispensáveis para a formação dos profissionais de saúde que saem da UFPA. Mas, nos últimos anos, Bettina e Barros Barreto foram deixados de lado pela gestão e seus profissionais, esquecidos. É preciso mudar a realidade dos hospitais universitários! #NosSabemosComoFazer Acesse  www.joaoweyl.com.br  e conheça nossas propostas.

João Reitor: Compromisso central com a graduação

O ensino de graduação vai mal na UFPA e a culpa não é do aluno que boicota a prova do Enade. O Enade não é o único método de avaliação utilizado pelo governo federal para aferir a qualidade do ensino superior. Antes dele, há um outro índice chamado Conceito Preliminar de Curso (CPC), que avalia não só o desempenho de estudantes, mas também o corpo docente, infraestrutura, recursos didático-pedagó gicos e demais insumos. No último triênio (2012-2014), dos 82 cursos da UFPA avaliados, 86,3% possuem CPC abaixo de 3 (REGULAR, INSUFICIENTE e PÉSSIMO). Além disso, não há nenhum CPC acima de 3,6 na UFPA. Diante desses dados, não dá pra cair na falácia de que a culpa do baixo desempenho da graduação é do aluno que não faz a prova do Enade. O problema é muito mais profundo. É resultado da precarização das condições de ensino e aprendizagem, provocada por uma política de gestão equivocada, que deixou de lado as reais necessidades da maior universidade da Amazônia. Por isso, defendemos que h

João Reitor: UFPA mais segura

O problema da falta de segurança nos campi da UFPA não é novo. Assaltos, furtos, arrombamento de veículos, falta de iluminação e número insuficiente de agentes de segurança estão entre as ocorrências vivenciadas pela população que circula na Universidade diariamente. Além disso, também falta segurança no entorno da cidade universitária e nas linhas de ônibus que servem a estudantes e trabalhadores . Para resolver os problemas, é necessário um novo modelo de gestão que atenda não apenas à defesa do patrimônio da universidade, mas, sobretudo, ao bem estar de sua população. É preciso humanizar o serviço de segurança, atuar para tornar o entorno do campus mais inclusivo e pactuar uma política de prevenção com os órgãos competentes. Garantir um ambiente tranquilo à comunidade universitária é nosso compromisso! #NosSabemosComoFazer #JoãoReitorArmandoVice #UniversidadeAbertaColetiv aCidadã   #EleiçõesUFPA

Jonao Reitor: Enquanto nós temos propostas, eles arrancam cartazes

Hoje (27), mais uma vez, constatamos o quanto o processo eleitoral para a Reitoria colocou em evidência a inexistência de democracia na UFPA: nossos cartazes foram arrancados dos murais do Centro de Convenções Benedito Nunes, local definido para o último debate entre os candidatos. Manifestamos nosso repúdio a quaisquer condutas injustificáveis e questionáveis que desrespeitam a livre escolha de p rofessores, estudantes e servidores. Infelizmente, essa é a postura de quem está por trás de um projeto demagógico e irresponsável, que, com o passar dos anos, praticamente sepultou a função social da universidade e se revelou incapaz de mantê-la cientificamente relevante. Mas tenham a certeza de que nada vai impedir a nossa campanha de avançar, porque não estamos a serviço de interesses particulares ou antiuniversitários. Pelo contrário, nosso programa foi construído coletivamente e conquistou legitimidade com o apoio crescente da comunidade acadêmica. Vamos em frente! #JoãoReitorArmando

João Reitor: compromisso com o combate ao racismo, ao machismo e à LGBTfobia

A diversidade é uma das marcas da UFPA. Com uma das maiores populações universitárias do país, a preocupação com a inclusão de estudantes indígenas, quilombolas, africanos, assim como o combate ao racismo, ao machismo e à LGBTfobia são questões que exigem seriedade na realização de políticas de gestão e assistência. Só assim a UFPA poderá garantir o cumprimento de sua missão: contribuir com a form ação de cidadãos competentes para se inserir, de forma transformadora, na nossa realidade social. Vamos dar voz e respeitar o protagonismo dos grupos sociais que fazem parte de nossa comunidade. É assim que se constrói uma universidade coletiva! #JoãoReitorArmandoVice #NósSabemosComoFazer #UFPAabertacoletivaecidadã   #eleiçõesUFPA

João Reitor: compromisso com o diálogo social

A universidade pública é um local privilegiado para a construção do diálogo social com a comunidade, que possibilita a elaboração de uma agenda comum direcionada para o desenvolvimento e a sustentabilidade regional. Mas, para isso, precisamos estabelecer canais democráticos de informação, comunicação e debate com a sociedade civil, com os movimentos sociais, com o setor empresarial e com os parlam entos e governos, de maneira permanente e institucional, a fim de fomentar a produção de um conhecimento sintonizado com a realidade, capaz de promover o progresso social e a valorização da cidadania. Propomos, então, a implementação da rádio e TV universitária, a partir da Academia Amazônia e da Radioweb UFPA; a criação do Fórum Sociedade/Universidade; e nos comprometemos em assegurar as normativas institucionais que garantem a participação da sociedade em geral nos conselhos universitários, conforme estabelecido no estatuto da UFPA. #JoãoReitorArmandoVice #NósSabemosComoFazer #UFPAaber

João Reitor: compromisso com os pets

Os pets da UFPA vivem livremente pelos campi e estão sempre prontos para dar e receber muito carinho. No campus do Guamá, são tão queridos pela comunidade universitária que há até um projeto institucional, criado há 17 anos, para dar assistência à saúde, alimentação e afeto a todos os amigos de quatro patas: o "Peludinhos". Como é mantido pela colaboração de voluntários e doações, enfrenta dificul dades nos recessos e feriados, quando há menos gente na universidade. Diante disso, nossa proposta para garantir o bem-estar dos animais é tornar o "Peludinhos" um Projeto de Extensão Multidisciplinar que tenha como principais ações a proteção, o controle e o manejo da população de cães e gatos abandonados que circulam pela UFPA, por meio de métodos apropriados do ponto de vista ético e ambiental (cadastramento e identificação dos animais; esterilização cirúrgica para o controle populacional; vermifugação e vacinação; tratamento para controle de parasitas; forneciment

João Reitor: compromisso com os espaços de convivência

Quem vive o dia a dia da universidade entre expediente, trabalhos, provas, leituras e pesquisa, sabe o quanto é necessário ter um tempo para arejar as ideias, descansar e relaxar. É justamente este o nosso objetivo com a proposta de criação e reforma dos espaços de convivência coletiva: garantir que a UFPA seja também um lugar mais agradável, confortável e aconchegante para todas e todos. Queremos proporcionar bem-estar à comunidade acadêmica em ambientes de lazer, cultura e encontro, que estimulem o diálogo e a troca de experiências. #JoãoReitorArmandoVice #NósSabemosComoFazer #UFPAabertacoletivaecidadã   #eleiçõesUFPA

O coronelismo acadêmico na UFPA

Eu ainda acredito numa política feita por meio do debates de ideias e propostas. Por isso repudio, publicamente, a palhaçada que está se tornando esta campanha para a reitoria da UFPA. Esta campanha está suja, desonesta e antidemocrática. Além de feita às pressas para poder atender às expectativas eleitorais do reitor-candidato e do PMDB, além de ter evitar o debate sobre a universidade de toda forma, além de, faltando dois dias para a votação, não se ter uma lista eleitoral completa, além de estar cheia de denúncias de intimidação de técnicos e de bolsistas, de pesquisas manipuladas, de uso de equipamentos e de mailings institucionais, estamos presenciando, agora, atos de vandalismo explícito. Nosso material que foi afixado no auditório Benedito Nunes e em outros lugares da UFPA, para o debate de hoje e em outros pontos da UFPA, foi retirado. Estragaram uns 500 cartazes. Desperdiçaram o trabalho de quem os colou. Desperdiçaram dinheiro de uma campanha feita sem apoio de empresas, p

João Reitor: último debate hoje!

João Reitor: compromisso com os campi

Quem anda pelo campus do Guamá da UFPA tem a impressão de que está num canteiro de obras. Só que abandonado. São muitas as obras paralisadas e/ou atrasadas e/ou inacabadas. Algumas já caíram no esquecimento e estão tomadas pelo mato e lixo. E no meio dessa expansão predial desorganizada e mal conservada, sem resquícios de sinalização, como faz pra encontrar ou informar onde fica o auditório, a sal a de aula, o laboratório? Infelizmente, a situação se repete em vários campi. É esse o resultado da falta de planejamento e de discussões sobre o uso e a ocupação dos espaços. A UFPA precisa de um novo plano diretor orientado pela sustentabilidade. #JoãoReitorArmandoVice #NósSabemosComoFazer #UFPAabertacoletivaecidadã   #eleiçõesUFPA

João Reitor: compromisso com os RUs

É possível ter uma boa alimentação dentro da UFPA? Sabemos que sim. O Restaurante Universitário (RU) já faz isso: fornece refeições balanceadas que atendem às necessidades nutricionais da comunidade universitária. A nossa intenção é pôr mais qualidade à mesa, com a aquisição de gêneros alimentícios provenientes de organizações e associações de agricultores familiares, de povos tradicionais, de ass entamentos de reforma agrária e de cooperativas agrícolas. Esta ação, além de aquecer a economia local, beneficia a todas e todos que frequentam o RU, pois oferece alimentos orgânicos e diversifica o cardápio vegetariano, sem precisar pagar mais caro por isso. Outra medida é a reforma e ampliação dos RUs, bem como a aquisição de novos equipamentos e utensílios. Também está entre as nossas propostas o redimensionamento dos boxes e cantinas de alimentação. #JoãoReitorArmandoVice #NósSabemosComoFazer #UFPAabertacoletivaecidadã   #eleiçõesUFPA

João Reitor: compromisso com uma internet de qualidade

Você já precisou usar a internet com urgência, mas sua conexão te deixou na mão? Quem estuda ou trabalha na UFPA passa por isso quase todos os dias. O problema é que, nos últimos anos, a universidade se expandiu, mas a infraestrutura de acesso à internet nos campi foi deixada de lado, não acompanhou o aumento da demanda. Reestruturar o sistema de acesso à internet em todos os campi, promovendo uma conexão segura, estável e ágil para toda a comunidade acadêmica é um dos compromissos assumidos pela nossa chapa. Veja essa e nossas outras propostas em nosso programa no site  www.joaoweyl.com.br. #NosSabemosComoFazer #JoãoReitorArmandoVice #UniversidadeAbertaColetiv aCidadã   #EleiçõesUFPA

João Reitor: compromisso com a qualificação dos técnicos

Nós acreditamos em um modelo de universidade aberta, em que toda a comunidade possui oportunidade de colaborar com seu desenvolvimento. Para isso, propomos uma política institucional de incentivo à qualificação, em cursos de mestrado e doutorado, para os servidores técnico-administrativos, seja de acordo com as linhas de trabalho das unidades às quais estão vinculados ou segundo o próprio interess e do servidor. Além disso, propomos também ampliar o espectro de editais de fomento para oportunizar aos servidores a possibilidade de participar, ou mesmo coordenar, projetos de pesquisa e de extensão. Defendemos ainda melhorar o aproveitamento dos técnicos em cargos de gestão na UFPA. Para fazer diferente, é preciso reconhecer a competência e incentivar o trabalho das pessoas que, no dia a dia, se dedicam a fazer a Universidade funcionar. Veja essa e outras propostas no site  www.joaoweyl.com.br. #NosSabemosComoFazer #JoãoReitorArmandoVice #UniversidadeAbertaColetiv aCidadã   #Eleições

João Reitor: compromisso com as 30 horas

Uma das grandes cobranças da comunidade universitária é a ampliação do horário de atendimento ao público interno e externo na UFPA. A universidade funciona mais de 12 horas por dia, mas praticamente fecha no período noturno e deixa os estudantes sem acesso a projetos e setores fundamentais, como o protocolo e as secretarias de curso, por exemplo. Por isso, assumimos o compromisso de criar imediata mente um grupo de trabalho para atuar junto à Comissão do consun, a fim de dar celeridade ao estudo sobre a viabilidade da jornada continuada dos técnicos-administrativos. A adoção da medida favorece os alunos, pois permite o funcionamento da instituição nos três turnos; garante mais qualidade de vida para os servidores; e ainda melhora a prestação de serviços na UFPA. #JoãoReitorArmandoVice #NósSabemosComoFazer #UFPAabertacoletivaecidadã   #eleiçõesUFPA

6 notas rápidas para entender o Brexit

1. Vários motivos fundamentam o Brexit. Em primeiro lugar o espírito conservador, que grassa no ocidente de maneira assustadora e que engendrou o populismo britânico atual – agente central do Brexit. Mas esse populismo conservador não é sem razão. A União Europeia tem dado motivos para muita gente querer sair dela. Dentre esses motivos, é central a arrogância da Alemanha, personificada na figura do seu ministro das Finanças, Wolfgang Schäuble, que vem impedindo até mesmo a discussão de um plano de recuperação econômica por meio de Eurobonds. Essa possibilidade dinamizaria as economias da França e do Reino Unido e salvaria Portugal, Espanha e Itália, mas não é de interesse alemão.   A injeção de Eurobonds emitidos por governos dos estados europeus no mercado mundial ajudaria a reciclar os excedentes globais e, em consequência, geraria o crescimento do consumo e do emprego no continente. 2. Dentre os resultados do Brexit, há algumas questões geopolíticas a considerar. A primeira

A culpa é do aluno! Será?

Reproduzo um texto da colega Ana Prado. É o tipo de análise que precisa ser feita na UFPA. Uma discussão sobre a situação da graduação na nossa universidade e sobre a atribuição de culpa, pelos índices alarmantes que surgem dos dados do Inep, sempre, aos alunos. O texto mostra que a culpa não é dos alunos, mas dos gestores. Precisamos discutir os números. É também por isso, por causa dessa situação, que eu voto João Weyl para reitor. A culpa é do aluno!#SQN Ana Lúcia Prado Tenho dedicado parte do meu tempo para analisar alguns indicadores do ensino de graduação. Como sou professora da graduação há 15 anos e já coordenei por muito tempo um bacharelado em uma IES privada, eu me sinto confortável em lidar com esses indicadores. Recentemente, me detive sobre os números publicados pelo Inep(*) a respeito do desempenho da UFPA nesse quesito. Alguns pontos merecem reflexão séria: - É visível o declínio dos cursos de graduação da UFPA nas últimas avaliações do MEC. O MEC/Ine

Porque voto João Weyl e Armando Lírio

Já é público meu apoio à candidatura de João Weyl e Armando Lírio para reitor e vice-reitor da UFPA. No entanto, n uma época em que tantos hesitam em dizer o que pensam e na qual o simples anuncio intenção de voto, inclusive por meio de bottons e ícones digitais, tende a substituir a verdadeira discussão, acho que é interessante justificar posições e fazer o debate. Assim, minhas razões para votar João Reitor são as seguintes: 1. Experiência e seriedade São duas razões que andam juntas. Muitas vezes a seriedade e o compromisso podem dar razão ao voto, mas quando estão junto com a experiência e com a história do candidato, se tornam preponderantes. João Weyl, além de imensa seriedade, tem experiência. Dentre todos os candidatos, foi o único que foi Vice-Reitor, o único que foi Secretário de Estado de Ciência e Tecnologia, o único que implantou projetos absolutamente estratégicos para a pesquisa científica no Pará, como a criação da Fapespa, do NavegaPará e do Parques de Tecnologi